Na semana da greve dos médicos, a antiga directora clínica da ULS da Guarda mostra-se preocupada com o rumo do Serviço Nacional de Saúde. Na edição desta semana do programa da Rádio "O Mundo Aqui", a médica Adelaide Campos lamenta o estado de «degradação», considerando mesmo que «nem nos tempos da Troika» assistiu a tal.

Oiça aqui: