O presidente da Câmara da Guarda já comentou os números divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística e analisados pelo Observartório do Desenvoilvimento Económico e Social da UBI sobre o desemprego na região [ver notícia aqui]. A redução do número de desempregados tem sido maior na Guarda do que noutras principais cidades a Beira Interior e mesmo em comparação com a região centro e com a média nacional. Álvaro Amaro diz que os números devem convencer até aqueles a quem chama «velhos do Restelo». Os indicadores são reflexo de uma conjuntura global mas também de um caminho percorrido localmente, defende autarca. Garante também que a descida do número de desempregados tem sido acompanhada por um aumento de postos de trabalho. «É só verificar», sugere.

Oiça aqui: