O candidato do Partido Socialista à Câmara da Guarda fez as primeiras declarações e deixou já promessas eleitorais. Eduardo Brito quer apostar na criação de emprego e vê o ensino superior e a saúde como eixos estratégicos para o futuro do concelho. E compromete-se a, se for eleito, baixar o IMI para mínimos de 0,30% - ainda menos do que os 0,35% que os atuais eleitos pelo PS propuseram quando a maioria PSD/CDS aprovou a redução de 0,45% para a taxa de 0,40% agora vigente. O candidato diz que as finanças do município e o nível de receitas permitirão essa devolução aos habitantes da Guarda.  E garante que haverá, no programa eleitoral, muitas outras diferenças marcantes em relação ao mandato de Álvaro Amaro. Está, por isso, confiante de que vencerá as eleições de Outubro e será o próximo presidente da Câmara da capital do distrito.

Oiça aqui: