Actualidade

Esta terça-feira, 10 de Dezembro, é o Dia Internacional dos Direitos Humanos e as comemorações mais importantes a nível nacional acontecem na Guarda, que foi a cidade escolhida pelo Observatório Internacional dos Direitos Humanos. O programa tem como centro a Sé Catedral, que recebe neste dia o título de "Lugar de Paz, Fé e Cultura", numa celebração que junta cristãos, judeus e muçulmanos. 

Oiça aqui:

A Câmara de Manteigas tem prevista para 2020 a finalização do Centro de Energia Viva de Montanha, que pretende depois transformar em Centro de Ciência Viva (semelhante aos que já existem noutros pontos do país). O presidente da autarquia, Esmeraldo Carvalhinho, reconhece que é um processo que já se arrasta há demasiado tempo.

Oiça aqui:

Pela primeira vez a Guarda recebe a sede de uma estrutura do Governo. A nova Secretaria de Estado da Acção Social (na tutela do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social) começa hoje a funcionar. Fica instalada provisoriamente naquele que foi o último edifício da empresa Estradas de Portugal, na Avenida Francisco Sá Carneiro, enquanto decorrem obras de adaptação do antigo Palácio das Corporações e Previdência, no centro da cidade (que é propriedade do Ministério). Vai ser ali, em breve, o gabinete definitivo da secretária de Estado da Acção Social: Rita Mendes, 46 anos, natural de Aguiar da Beira (onde foi nos últimos mandatos vereadora e vice-presidente da Câmara) quadro superior do Instituto da Segurança Social e antiga directora-adjunta e directora interina do Centro Distrital da Segurança Social da Guarda. É ela a governante que, com a experiência e o conhecimento de um território onde a acção social é uma área com forte implantação, vai a partir daqui  «desenhar políticas sociais para todo o país». Em entrevista à Rádio (a primeira nas novas funções) a secretária de Estado explica a abrangência desta área governativa, uma das mais importantes pastas na alçada da ministra Ana Mendes Godinho. Na Guarda estão para já a trabalhar cinco pessoas: um chefe de gabinete, dois adjuntos, uma técnica especialista e uma secretária. Em Lisboa, na sede do Ministério, está localizado um grupo de apoio. Uma equipa pequena mas muito qualificada, assim é caracterizada pela secretária de Estado, que diz ter escolhido os elementos em função do perfil técnico e profissional.

Oiça aqui:

 

O nevoeiro intenso poderá ter estado na origem do despiste na estrada municipal 557 (uma via alternativa de ligação do Vale do Mondego à Guarda e à A25), perto da aldeia de Alvendre, ao início da tarde. O veículo envolvido é uma carrinha que transportava parte da equipa de futebol sénior de Aguiar da Beira. O acidente provocou oito feridos, um dos quais grave. A carrinha de nove lugares deslocava-se para Almeida, onde a equipa de Aguiar da Beira iria disputar um jogo de futebol. Segundo a GNR da Guarda, os feridos têm idades entre os 19 e os 45 anos e foram todos transportados para o Hospital da Guarda. No local estiveram mais de 40 viaturas de emergência do INEM, da Proteção Civil, das forças de segurança (GNR e PSP) e das corporações de bombeiros da Guarda, Celorico da Beira e Vila Franca das Naves.

 

A vila de Manteigas recebe este fim de semana o 23º encontro das Associações Juvenis da Guarda, organizado pela federação distrital. O presidente, António Bico,  sublinha a importância deste encontro anual (o mais antigo do país), que tem como objectivo reflectir sobre alguns questões que estão na ordem do dia. Uma delas tem a ver com o voluntariado jovem. Num Interior despovoado, as associações juvenis têm um papel cada vez mais importante na dinamização local e este um dos temas a abordar no encontro de Manteigas. Paralelamente decorre um programa paralelo, com visitas culturais, uma mostra associativa e a apresentação aos participantes do Projeto Geopark Estrela.

Oiça aqui:

A partir de hoje está à vista o grande postal natalicio do Sabugal. Até 12 de Janeiro a cidade mostra com orgulho aquele que é considerado o maior presépio natural do país. São cerca de mil e 100 metros quadrados de área, construída apenas com elementos recolhidos na natureza.

Oiça aqui:

Não há incumprimento do contrato de concessão do Hotel de Turismo, independentemente da transferência da responsabilidade para outro operador que não aquele que assinou o acordo com o Governo em Maio de 2018 ao abrigo do programa Revive. A nova secretária de Estado do Turismo, Rita Marques,  questionada pela Rádio, garantiu que tudo está dentro do prazo. Em 2022 a Guarda terá a unidade hoteleira a funcionar.

Oiça aqui: